sábado, 28 de setembro de 2013

02 - TEMPO DE SORTILÉGIO * O elogio do Homem


Foto Internet, com a devida vénia.



Deserto de silêncio que não venço.
Areias de miragens e desdém.
O verbo de incerteza e dor suspenso
da força da vontade que não vem.

Da força de vontade que não minha,
que este suor me empapa inteiro o rosto...
A minha parte dou da nossa vinha
e as uvas que pisei e já são mosto...

Até ao fim será este o caminho.
A dúvida recuso se perpassa
e tenta me toldar o raciocínio.

Que cheiro a vinho novo! Santo vinho!
Homem, ergue bem alto a tua taça
e envolve a terra e o céu no teu fascínio!


José-Augusto de Carvalho
27 de Janeiro de 1997.
Viana * Évora * Portugal

Sem comentários:

Enviar um comentário

Procuro ser uma pessoa honesta. Não será bem-vindo a este espaço quem divergir desta minha postura.