sábado, 11 de abril de 2015

02 - TEMPO DE SORTILÉGIO * O mergulho






Desperto do meu sonho,

mergulhei, sem apelo,

no frio pesadelo

onde hirto decomponho,

pedra a pedra, o caminho

que não se pôde erguer.

O milagre do vinho

é esta mágoa toda

negando a minha boda

de acontecer e ser?





José-Augusto de Carvalho
27 de Dezembro de 2001.
Viana * Évora * Portugal

Sem comentários:

Enviar um comentário

Procuro ser uma pessoa honesta. Não será bem-vindo a este espaço quem divergir desta minha postura.